Publicado por: Cia Palhaçaria, Risadas e Outras Bestagens | abril 28, 2010

Teatro da Vertigem inicia Ciclo de Leituras com autores consagrados

Teatro da Vertigem inicia Ciclo de Leituras com autores consagrados

A primeira leitura é Edite, Pescoço de Cisne, de Bernardo Carvalho; ciclo tem como convidados autores que já participaram do processo de criação do grupo

Com patrocínio da Petrobras, o Teatro da Vertigem inicia no próximo dia 11 de maio de 2010, terça, 21h, em sua sede (Rua Treze de Maio, 240, 1º andar, Bela Vista, São Paulo) o CICLO DE LEITURAS, evento com entrada gratuita que durante todo o mês mostrará obras inéditas concebidas por autores consagrados, dirigidas por novos diretores.

Bernardo Carvalho, Evaldo Mocarzel e Luis Alberto Abreu, três dramaturgos que já tiveram obras encenadas pelo grupo, disponibilizam seus novos textos para que três diretores, integrantes da nova safra do teatro brasileiro, levem ao público suas inquietações literárias.

No primeiro dia, tem lugar Edite, Pescoço de Cisne, de Bernardo Carvalho e direção de Cainan Baladez, com a participação dos atores Luciana Schwinden, Thais Rangel, Fernanda Chicolet, Denise Janoski e Alexandre Ulisses. Em seguida, nos dias 18 e 25 de maio, textos de Evaldo Mocarzel (Fome de Notícias, dirigido por Maurício Perussi) e Luís Alberto de Abreu (A Guerra Santa, direção de Maria Emilia Faganello) complementam a programação.

Sinopse do texto – Edite, Pescoço de Cisne
Num universo fantástico pós-batalha Edite é a única mulher capaz de identificar o corpo do Rei perdido num mar de mortos. O reino precisa enterrar seu Rei para seguir adiante com a sua história, e só Edite pode salvá-los. O texto faz parte de um projeto maior do autor sobre situações imediatamente anteriores ou posteriores a batalhas mortais.

Programação Teatro da Vertigem

O Teatro da Vertigem se prepara para, nos próximos meses, realizar vários ciclos de palestras, leituras e seminários sobre assuntos pertinentes ao grupo. Em maio, às segundas-feiras, o tema será “Bom Retiro: sociabilidade urbana e segregação”, com organização de Eduardo Fragoaz. O diálogo com intelectuais propiciará ao grupo leituras mais aprofundadas, rigorosas e que dêem conta da complexidade das questões que o bairro suscita, com suas tensões e contradições. Encravado na zona central, palco de sucessivos fluxos imigratórios recentes e cuja economia gravita ao redor da indústria têxtil, o Bom Retiro é um universo particular que pede para ser decifrado. Em julho e agosto de 2010, a companhia organizará mais dois módulos de palestras, com temas e convidados a serem confirmados.

bom-retiro2cinza

Serviço – Leitura dramática

Dia 11/05/10
Edite, Pescoço de Cisne

Num universo fantástico pós-batalha Edite é a única mulher capaz de identificar o corpo do Rei perdido num mar de mortos. O reino precisa enterrar seu Rei para seguir adiante com a sua história, e só Edite pode salvá-los. O texto faz parte de um projeto maior do autor sobre situações imediatamente anteriores ou posteriores a batalhas mortais.

Ficha Técnica
Autor: Bernardo Carvalho Direção: Cainan Baladez Iluminação: Grissel
Pinguilin Sonoplastia: Miguel Caldas Cenografia: Amanda Antunes Atores e
Personagens: Luciana Schwinden: Edite, Thais Rangel: Homem 1, Fernanda
Chicolet: Homem 2, Denise Janoski: Padre, Alexandre Ulisses: Cego

Dia 18/05/10
Fome de Notícias

Sinopse

Um casal de classe média exorciza o tédio e a crise do casamento nas tragédias cotidianas dos jornais.
Ficha Técnica
Autor: Evaldo Mocarzel Direção: Maurício Perussi Atores e Personagens: Marco
Biglia: Homem, Sofia Boito: Mulher, Francisco Lauridsen: Contra-regra,
Iluminação: Grissel PinguilinSonoplastia: Miguel Caldas Cenografia: Amanda
Antunes

Dia 25/05/10
A Guerra Santa
Sinopse
Dante e Virgílio, heróis inspirados no épico italiano A Divina Comédia, antes amigos de ideais e de ação se encontram vinte anos depois. Dante vem para matar Virgílio, mas antes ambos relembram passagens de suas lutas, para um acerto de contas sobre seus ideais, os métodos que utilizaram e o que foi feito de sua luta. Num convite à sonoridade, A Guerra Santa é escrito em linguagem poética, brincando entre versos livres e decassílabos.

Ficha Técnica
Autor: Luís Alberto de Abreu Direção: Maria Emilia Faganello Atores: Flávia
Teixeira – Integrante do Coro, Luciana Schwinden – Beatriz, Luiz Paulo
Pimentel – Espírito de Virgílio e integrante do coro, Ulisses Alexandre –
Virgílio, Sérgio Siviero – Dante Iluminação: Grissel Pinguilin Sonoplastia:
Miguel Caldas Cenografia: Amanda Antunes

Sede do Teatro da Vertigem

Rua Treze de Maio, 240 1º andar, Bela Vista, São Paulo

Fone: 11 3255 2713 – Entrada Franca

Lotação: 50 lugares Recomendação: 12 anos Duração: 30 minutos

Patrocínio do grupo: Petrobras


Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: