Publicado por: Cia Palhaçaria, Risadas e Outras Bestagens | junho 22, 2010

Destaque para Ricardo Guilherme que comemora 40 anos de carreira!

com Bravíssimo, em temporada gratuita, em S.Paulo

Ator dotado de grande flexibilidade interpretativa

(Clóvis Garcia, crítico, O Estado de São Paulo – São Paulo/SP, 1982)

Como ator, Ricardo Guilherme mostra que tem recursos de ator muito diversificados. Ele tem uma garra interpretativa digna de todo o respeito

(Yan Michalski, crítico teatral – Rio de Janeiro/RJ, 1982)

image001

Estreia em 1º de julho de 2010, na Caixa Cultural Sé, com entrada franca, o espetáculo “BRAVÍSSIMO”, que tem como base as crônicas de Nelson Rodrigues, publicadas entre 1950 e 1970, nas quais o escritor analisa arquétipos de identidade do povo brasileiro. O projeto foi um dos selecionados pelo edital de Ocupação dos Espaços da Caixa Cultural para o ano de 2010.

A concepção cênica configura o discurso rodrigueano em duas personagens emblemáticas com suas respectivas visões opostas de perceber o Brasil: “a grã-fina das narinas de cadáver” e “a vizinha gorda e cheia de varizes”. A primeira representa aqueles que menosprezam o Brasil; já a segunda, os que acreditam na transfiguração do país.

“Bravíssimo” estreou em fevereiro de 2000, em Fortaleza (CE). Ricardo Guilherme já circulou com outros espetáculos por diversas cidades brasileiras: Rio de Janeiro, Brasília, Recife, Maceió, Curitiba, entre outras. No exterior, apresentou-se em: Paris (França); Roma (Itália); Lisboa (Portugal); Madri (Espanha); Koln (Alemanha); Havana (Cuba); San José (Costa Rica); e Luanda (Angola).

“BRAVÍSSIMO” tem texto, direção e atuação de Ricardo Guilherme, ator, diretor e dramaturgo nascido em Fortaleza (Ceará).  Realizou mais de cem espetáculos em quase quarenta anos de atividade no Brasil e no exterior. Destacam-se: a ópera “Bis” (peça baseada na obra de Nelson Rodrigues) e “A Divina Comédia de Dante e Moacir” (ambas dirigidas por ele e encenadas no Sesc Ipiranga, em São Paulo), além de “Valsa Nº 6” (1990); “Sargento Getúlio” (1991); “Flor de Obsessão” (1993); e a “A Cantora Careca” (1994).

Ficha Técnica:

Atuação, Direção e Dramaturgia: Ricardo Guilherme a partir de crônicas de Nelson Rodrigues Assistente de Direção: Dryca Lima Iluminação: Cizo de Souza Programação gráfica: Adriana Hitomi Produção Executiva e Montagem: Darihel SouzaAssistente de Produção: Jukyara Felipe Coordenação de Produção: Erlon Bispo e Cizo de Souza Realização: Grupo Pesquisa/Teatro Radical (Fortaleza/CE) e CZ Produções

Espetáculo Bravíssimo

Datas: de 01 a 11 de julho de 2010

Horário: de quinta-feira a domingo, às 19h

Local: CAIXA Cultural São Paulo – Praça da Sé, 111 – Grande Salão

Entrada: franca (os ingressos poderão ser retirados na bilheteria com uma hora de antecedência)

Capacidade: 100 lugares

Duração: 60 min

Classificação etária: 14 anos

Informações, agendamento de visitas mediadas e translado (ônibus) para escolas públicas – Tel: (11) 3321-4400

Acesso para pessoas com necessidades especiais

Patrocínio: Caixa Econômica Federal


Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: